Quinta da Calabria

Quinta da Calabria

Quinta de Calabria

A cidade de Calabria, que se diz fundada por Trajano ou Theodozio, foi sede de Bispado durante o império Visighotico e, sob o domínio dos Suevos. Sem que disso exista qualquer registo histórico, supõe-se que com a invasão dos Sarracenos, desapareceu, havendo dela somente alguns vestígios das muralhas. Erguia-se no topo do monte, nas encostas do qual se situa esta quinta.

Paisagem agreste, com o mistério histórico latente, nela se produzem reputados vinhos e dos melhores azeites e vinhos da CARM.

A quinta tem 49 ha, implantados em solos xistosos, com exposição a Sul/Poente e a altitudes variáveis de 150 a 280m. Os vinhedos, com a área de 14 ha, foram plantados em meados da década de 80, com as castas Touriga Nacional, Touriga Francesa e Tinta Roriz.

Os olivais e amendoais, de castas autóctones, (Madural os primeiros e Casanova os segundos) são antigos, com áreas de 10 e 21 ha, respectivamente.